Laranja e Vermelho as cores de Dezembro: Vereador Paulinho cria projeto de lei que institui o “Dezembro Vermelho” no município de Pinheiro

Dezembro: mês de prevenção ao Câncer na Pele (laranja) e Aids (vermelho)

“Se exponha, mas não se queime”, esta é a mensagem usada para lançar o “Dezembro Laranja”, mês de prevenção do câncer de pele no Brasil, movimento promovido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Além de marcar a luta contra a Aids, o mês de dezembro traz outra campanha, a de conscientização sobre a necessidade do combate e prevenção do câncer de pele, o tipo da doença, que é o mais frequente no país segundo a SBD. Dois campanhas em um só mês, pois o importante mesmo é ajudar a evitar sérios problemas a saúde da população.

Pensando nisso, o Vereador Paulinho Enfermeiro, criou um projeto de Lei de N°. 021/2017, que institui no município de Pinheiro, o mês “Dezembro Vermelho” , dedicado a ações de prevenção do HIV/AIDS, que também ganha grande destaque no último mês do ano, e visa esclarecer e intensificar o combate ao vírus no município.

Projeto de Lei: 

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), mais de 176 mil casos de câncer na pele surgem todos os anos. Atentando a esse alto índice, a SBD desenvolve, desde 2014, o movimento Dezembro Laranja. A campanha tem o intuito de conscientizar e educar as pessoas sobre os riscos do câncer da pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção.

O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento. Quando descoberta no início, a doença tem mais de 90% de chance de cura. Há diferentes tipos de câncer de pele, mas todos eles têm como principal causa a exposição excessiva e sem proteção ao sol.

Lembrando que filtro solar não é o único cuidado contra a radiação ultravioleta. A mensagem visa atingir, sobretudo, quem trabalha sob o sol ou ao ar livre e as pessoas em seu cotidiano profissional e em momentos de lazer.

A recomendação é o uso de chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores solares com fator mínimo de proteção solar (FPS) 30. A hidratação constante também faz parte dessas medidas fotoprotetoras, sem esquecer de evitar os horários de maior insolação: de 10h às 16h.

Ao observar manchas rosadas, pintas pretas e/ou castanhas e mesmo feridas na pele é preciso procurar logo um especialista. Elas podem surgir em diversas regiões do corpo, principalmente em locais mais expostos ao sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *