BOMBA! SEGUNDO AUDITORIA DA SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO, O EX-PREFEITO FILUCA MENDES TERIA DESVIADO CERCA DE 3 MILHÕES DE REAIS DA CONSTRUÇÃO DO PARQUE INDUSTRIAL DE PINHEIRO


A Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia quer saber pra onde foi parar R$ 3 milhões de reais destinados pela secretaria para a construção do Parque Industrial de Pinheiro, referente ao convênio nº004/2014 celebrado em junho de 2014, na ocasião Filadelfo Mendes Neto era o Prefeito da cidade e que assinou o convenio como convenente.

Com base nessa indagação a SEDINC/MA encaminhou o oficio Nº 693/2017 – GAB/SEINC expondo que segundo o Relatório de Auditoria Especial nº 010/2016 da Secretaria de Estado de Transparência e Controle, foi constatado o desvio do recurso disponibilizado para a construção do Parque Industrial e irregularidades na prestação de contas apresentada pelo ex-Prefeito Filuca Mendes

Por se tratar da gestão anterior, sem qualquer relação com a atual administração, coube a Procuradoria Geral do Município de Pinheiro tornar público o referido processo e acionar na justiça o ex-prefeito Filuca Mendes para que devolva o recurso desviado aos cofres públicos. Para tanto foi dado prazo de 20 dias para essa devolução acontecer com as devidas correções monetárias na importância de R$ 4.179.539,04.

O ex-prefeito Filuca Mendes já é experiente com processos de devoluções de recursos desviados, no último dia 04 de setembro, o ex-gestor teve seu recurso contra ação do Ministério Público do Estado negado por unanimidade “A primeira Câmara Cível, por votação unânime, negou provimento ao recurso, nos termos do voto do desembargador relator”, diz trecho da decisão. O ex-gestor enviou seu recurso por e-mail e em razão disso não foi considerado válido pela Corte e foi condenado a devolver mais de 400 mil reais aos cofres públicos.

Agora é esperar os trâmites legais, enquanto isso a desgastada imagem do ex-prefeito vai a cada dia afundando em uma lama de corrupção regrada a muitos desvios de dinheiro público, fato que lhe proporcionou um dos maiores patrimônios do Maranhão.

Do blog Wellington Sérgio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *