Jovens Maranhenses são executados em Goiânia

A maranhense Camila Edna Silveira de Oliveira, de 28 anos natural da cidade de Estreito-MA, e Mário Silva de Moura, de 26, foram mortos a tiros na noite de domingo (17), no Residencial Primavera, em Goiânia. Testemunhas contaram à Polícia Civil que o crime ocorreu após as vítimas receberem outras pessoas.

O caso ocorreu por volta das 23h. De acordo com o relato de vizinhos, houve uma discussão e em seguida, o barulho dos tiros.

Mário foi baleado dentro de casa. Camila correu, mas foi alvejada na calçada.

As testemunhas contam que o autor dos disparos fugiu com uma mulher em um carro branco, que estava estacionado na porta da residência das vítimas. “Saiu de marcha ré em um carro, um [Volkswagen] Jetta branco. É um casal”, disse uma vizinha que prefere não se identificar.

Segundo moradores da região, o crime ocorreu pouco depois de Camila e Mário saírem de uma igreja. Eles moravam há meses no local e planejavam se casar.

“Ela trabalhava de contadora, ele numa farmácia. É menino de caminhada de igreja. Eles acabaram de comprar essa casa, reformaram ela. Estavam muito felizes”, contou a vizinha.

Investigação

O crime é apurado pela equipe da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH). O delegado que foi ao local, Danilo Protto, disse que as vítimas não tinham antecedentes criminais. Ainda não há informações sobre a motivação nem a autoria do crime.

“Vão ser intimadas algumas testemunhas. Inclusive, algumas sigilosas, que presenciaram o crime para contribuir com a elucidação”, afirmou Protto à TV Anhanguera.

Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal. Eles já passaram por perícia, mas até as 10h30 desta segunda-feira (18) ainda não haviam sido retirados do local.

Blog Neto Weba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *